5.

Tratamento com adolescentes

   Podemos pensar a adolescência como uma travessia na qual o indivíduo faz a passagem da infância para a vida adulta. Nesse processo, intenso e incontrolável, o jovem busca responder à diversas exigências (internas e externas) tentando elaborar o luto de sua infância, se desprendendo parcialmente desse corpo carregado de histórias e desejos infantis para dar lugar ao novo e as suas escolhas.

   Todo adolescente passa por momentos de angústia e é recorrente que o adolescente tenha sentimentos, palavras e comportamentos impulsivos, uma insatisfação prolongada, numerosos conflitos, atos desarticulados, sentimentos contraditórios a respeito de si mesmo e daqueles dos quais depende afetivamente (pais, amigos, familiares, parceiros, etc). Tudo isso somado a sua grande insegurança frente as fortes demandas sociais que cobram dele um posicionamento, lidar com as descobertas do sexo e da sexualidade, e da construção e reinvenção dessa imagem corporal em constante mutação frente aos impasses da intersubjetividade.

    Essa guerra interna, e a impossibilidade para exprimir com palavras seu mal-estar, leva o jovem a ter reações desconcertantes, chocantes ou até mesmo agressivas em relação aos que o cercam e a si mesmo.

  Período que pode ser de grande angústia, de sentimento de não aceitação, de não ser compreendido, de despersonalização, de medos, ansiedades e sensação de desamparo no qual irrompem atos de amor e ódio. Para os pais, por sua vez, pode ser muito difícil sustentar a adolescência de seus filhos. O trabalho em conjunto entre o adolescente, a família e o psicanalista será de tentar permitir ao jovem um espaço para constituir sua singularidade, ajudando-o a expressar as causas de seu sofrimento. 

​Para agendar entre em contato pelo número (19) 9.8300-4792  (Preferencialmente via WhatsApp, pois responderei assim que possível)

 

Endereço: 

José Seixas de Queiroz, 220, Calegaris, Paulínia, SP.

Formas de Pagamento:

Dinheiro e cartões (débito/crédito).

Atendimento somente particular.

© 2019 - Psicóloga e Psicanalista Josiany Salles da Silva